Recorte de imprensa: Pais reclamam aulas de compensação e eventuais ajustes no calendário escolar e de exames

As crianças que não têm professores já perderam mais de três semanas de aulas, o que, na perspectiva dos pais e dos directores escolares, os coloca em desvantagem em relação aos colegas. Os primeiros exigem respostas e os dirigentes escolares meios.

Artigo completo in Público de 07/10/2014

Este site usa cookies para garantir uma melhor experiência de navegação, sendo que os cookies para as operações essenciais do site encontram-se já definidos no seu browser.

Para descobrir mais sobre os cookies consulte a nossa política de privacidade.

  Eu aceito os cookies deste site.